Por aí…

0

Ano novo, novo formato para o blog.

Estava pensando em alguma mudanças para que nosso blog ficasse um pouco mais interativo e, depois de pensar em algo que também acrescentasse algo a quem estivesse nos visitando, cheguei à conclusão de que: “Por que não criar uma sessão no estilo utilidade pública?”.

Então, cá estou escrevendo o primeiro post da nova sessão do blog “Por aí”, onde vou falar um pouco sobre lugares/filmes/livros/matérias interessantes que tenho acompanhado. Espero que seja proveitoso e divertido para todos nós! Lembrando que sugestões serão sempre bem vindas!

Decidi começar indicando um filme que assisti há pouco tempo e que me identifiquei bastante com o tema, apesar de você se sentir ter acabado de assistir um filme da sessão da tarde. 

A vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty)

Bem, quando vi que o filme é estrelado e dirigido pelo Ben Stiller já logo pensei se tratar de outra comédia americana daquelas que a gente assiste para desopilar a cabeça cheia. Mas, ao contrário, tive uma grande surpresa.

O filme conta a história de Walter Mitty (Ben Stiller), que desde o começo já entrega o seu papel de “azarado”: logo no início do filme já vira alvo de piadas no trabalho, e a mulher que ele gosta mal sabe que ele existe. E além de azarado, Walter tem uma mania que acredito que não seja só dele: ele se perde em seus pensamentos, em suas vontades, mas quase que por sua vida inteira não teve coragem de realizar nenhuma delas. E assim se passa o filme, até um belo dia que Walter percebe que precisa se arriscar de verdade para conseguir o que deseja.

E esta é a chave do filme, o seu ponto de destaque. Ele nos mostra que, enquanto não tomarmos realmente coragem para encarar os nossos medos e realizar as nossas vontades, nós seremos apenas mais um na multidão. Enquanto a gente não se arrisca, não mostrar ao mundo quem realmente somos sem ter medo do que vão pensar de nós, nunca seremos realmente completos.

O filme, em si, não tem uma história super elaborada, mas vale a pena assisti-lo pela mensagem e também pela fotografia (a Islândia é maravilhosa!).

Beijos!

Compartilhe.

Deixe um comentário