Mais amor, menos rancor.

0

Não é de hoje que vemos por aí muita gente dizendo que as pessoas parecem estar mais agressivas e intolerantes. E se realmente estiverem? E se realmente esse negócio de ter uma “cobertura” que nos protege, principalmente na internet, nos faz sentir tão poderosos que esquecemos dos limites que aprendemos quando crianças? Não que exista um declínio que nos faça diferente do que éramos antigamente, mas essa escancaração de intolerância e desrespeito me faz sentir nada mais, nada menos, do que em uma ditadura em que cada um quer impor sua verdade.

Navegando poucos minutos pelas redes sociais já se pode sentir todo esse rancor. Pessoas ofendendo uma às outras pelos mais diversos motivos, disfarçados por nomes falsos ou sentindo-se livre apenas pelo fato de estar atrás de uma tela de computador. Esse mundo assim, desse jeito tão vazio, me dá um pouco de asco. Não que eu seja a pessoa mais perfeita do mundo, até porque acredito que ninguém é tão perfeito assim para julgar outro alguém. Mas as pessoas estão perdendo seus limites, estão esquecendo que, em qualquer sociedade, desde quando nem sabíamos falar ou escrever, o que importa é o respeito um com o outro.

Precisamos de menos rancor dentro de nós. Precisamos parar de canalizar nossas frustrações em cima de quem mal conhecemos. Precisamos de mais amor, de verdade, e encarar a sociedade (seja andando pela rua ou no facebook) como um encontro em que cada um tem uma história, cada um tem seus defeitos e também qualidades, e ninguém, ninguém mesmo, é melhor do que ninguém, e por mais clichê e batido que isso possa parecer, esquecemos quase que diariamente desse princípio.

É preciso ter limites nas palavras. É preciso ter consciência de que ninguém é e nem quer ser canonizado como um novo santo, e cada um tem opiniões diferentes, histórias diferentes, e é isso que faz nos faz diferentes de todos os outros animais (inconscientes?) por aí. Esse negócio de ter poder de escolha, de ter visões diferentes para a mesma coisa que sempre nos fez interessantes. Parem de querer estragar isso.
image

Compartilhe.

Deixe um comentário