Encare a realidade: ninguém muda por muito tempo!

0

Que a convivência entre as pessoas é algo extremamente difícil por muitas vezes isto não é realidade. Aliás, já cansei de ouvir muitas pessoas que conheço reclamarem, ou dizerem que preferiam que fulano ou ciclano fossem diferentes.

Mas, o mais difícil mesmo, é encarar uma relação onde o que mais se espera é que a outra pessoa mude. Sim, eu já fui assim por muitas e muitas vezes. Mas de uma coisa eu tenho certeza, ninguém muda, e ninguém gosta de ser mudado também.

As pessoas insistem em tentar mudar o jeito, o gosto, e até, muitas vezes, o modo de falar da outra, e nossa, como isso é errado. Com tantas e tantas pessoas no mundo, será mesmo que a solução é insistir em uma relação furada onde você fica esperando que a pessoa que você deveria conseguir pelo menos conviver sem maiores problema seja…outra pessoa?

Sim, todos nós já tentamos (ou vamos ainda tentar, veja bem) mudar milhares de vezes. Tentamos parecer o que não éramos, fomos a lugares que achávamos o inferno na terra, assistimos filmes chatíssimos mas fingimos ter sido legal só para não fazer feio, saímos com outros tantos casais de amigos que não tínhamos nada a ver com nada do que a gente era, e tudo isso se juntou e se transformou em um grande porre.

O problema é que a gente acaba se forçando a mudar tanta coisa e esperamos que a outra pessoa esteja disposta a mudar, e se não estiver, acabamos forçando uma tentativa mais ou menos. E este sim é o grande motivo de que muitas relações não dão certo. A gente não tem paciência para ter pelo menos um mínimo de convivência para já apostar todas nossas fichas naquilo. E mais do que isso, com os dias passando a convivência, muitas vezes, acaba se tornando insuportável. E na insuportabilidade da convivência a gente não acha mais graça em nada daquilo, nas piadas, nos filmes escolhidos, nos programas, em nada.

Eu, por exemplo, sou uma pessoa extremamente paciente, mas por outro lado, confusa, carente, ciumenta e muitas vezes implicante. Eu não sei se conseguiria conviver com uma pessoa igual a mim, mas o mínimo que eu espero é que a pessoa que esteja comigo ache que as minhas qualidades superam todos os meus defeitos, e daí vale a pena, não precisa mudar, porque vale a pena.

Sim, defeitos servem para que não vire chatisse, para você colocar em uma balança e perceber que todas as qualidades e tudo o mais supera os defeitos. Porque, meu amigo, ninguém muda. Mesmo se tentar. Ninguém muda por muito tempo, porque a gente é desse jeito e pronto, não vamos mudar e muitas vezes, envelhecendo, vamos ficar com nossas manias cada vez mais em evidência.

Encontrar alguém divertido e cheio de qualidades  é fácil demais. O difícil, na verdade, é encontrar alguém com defeitos superáveis, que estão lá todos os dias, mas que, no todo, são só detalhes.

Compartilhe.

Deixe um comentário